Neve, termas e vulcão

Valle Nevado


Uma das estações de esqui mais popular do Chile, próximo de Santiago, é Valle Nevado.  Apesar de a alta temporada ser entre junho e setembro, já em maio pode ser que você encontre um pouco de neve - e a estação mais tranquila. A estrada até o ponto mais alto é cheia de curvas, e no período de neve, mais perigosa. Se for dirigir cuidado e lembre que vai precisar das correntes nas rodas.



Vale Nevado em maio tem pouca neve e turistas; ótimo para quem não é tão fã de frio congelante.


Caminhada tranquila para bate-papo e até um vinho entre amigos. 




Movimento tranquilo em maio no Vale Nevado


Termas de Chillán

Em termas de Chillán, cerca de  380 km de Santiago e 60 km do centro de Chillán, as cabanas são excelentes opções para quem pretende gastar menos e ficar hospedado tipicamente como um chileno nas montanhas. Lareira, vinho e bom papo; afinal, nem todas cabanas oferecem acesso à internet, mas quem se importa?

Uma das cabana em Termas de Chillán



As estradas das termas de Chillán oferecem cenário dourado em maio. Beleza única.






Próximo ao Parque das águas ficam os grandes hotéis; neve só na alta temporada.



Parque das águas, com quatro piscina termais - temperatura ate 40o Graus em maio.


Hotel em Termas de Chillán que famosos brasileiros costumam frequentar.

Pucón


Uma das cidades que mais atrai turistas na chamada Região dos Lagos chilena é Pucón. Localizada entre o lago Villarrica e o vulcão que leva o mesmo nome, a cidade é cheia de casas de temporadas, porque os chilenos também costumam frequentar as termas das proximidades. Assim são várias as opções de bares, restaurantes e hotéis. Os chilenos gostam da região para esportes radicais e caminhadas nas áreas do vulcão, que entrou em erupção pela última vez em março de 2015.


 Pucón e, ao fundo, o vulcão Villarrica


 Dupla inicia caminha na base do vulcão (dia nublado)

 Vista do lago Villarrica, ao fundo, na base turística do vulcão Villarrica


 Centro de Pucón

 Casa no centro de Pucón com Semáforo de alerta do vulcão (luz verde)

 Caminho até a base do vulcão Villarrica, ainda com vestígios da última erupção de 2015

Trilha deixada pela lava vulcânica da última erupção de 2015 em Pucón