Casa Rosada, Argentina


Casa Rosada, da Plaza de Mayo.


No saguão, vários retratos de personalidades como Che Guevara, Getúlio Vargas, entre outros. No  térreo, o salão principal é aberto ao público, mas os demais cômodos apenas com guia.








La Boca, bairro argentino

O bairro argentino é parada dos ônibus turísticos para se ver uma dança de tango, conhecer o estádio do popular Boca e caminhar pelas ruas cheias de lojinhas e restaurantes.

Mafalda está por toda parte, mas seu monumento fica numa praça bohemia, em outro bairro da cidade.

Dançarino faz pose com turista, após rápida apresentação de tango.


Na visita ao estádio do Boca, além dos acesso às arquibancadas, um pequeno museu conta a história do time.

No Caminito, um trecho com lojinhas e restaurantes, o papa Francisco é agora uma das imagens mais exploradas pelos argentinos.

Plaza de Mayo, Argentina

No Museu da Revolução, a fila sempre dá voltas; pra quem tem paciência.



A Catedral, na Plaza de Mayo.Com estátuas do século XVIII, no interior também de se visitar o túmulo de um dos líderes a independência argentina José San Martín.




Tradição argentina


Café Tortoni, antiguíssimo; com fila de espera, 

                                           
Outro local imperdível, Livraria El Ateneo. Era um teatro; foi reformado e ganhou um café ao fundo, no antigo palco