Jungfrau, os Alpes Suíços


É um dos pontos turísticos mais visitados nos Alpes suíços; a área foi declarada em 2001 Patrimônio Mundial da Unesco. Mesmo para quem não é fã de esqui, a região conta um trilhas e uma ferrovia de 1912 que torna o passeio pela região inesquecível. Tanto o vale quanto as montanhas proporcionam cenários de filme dos anos 50 que você vai amar. Nas partes mais altas, o frio é cortante, mas quem se importa quando se está praticando esporte radical ou equilibrando-se no gelo?


A Jungfraujoch, a ferrovia antiga que leva ao topo da Europa, parte de Kleine Scheidegg, o último vilarejo antes do gelo dominar a paisagem dos Alpes. Para fazer caminhadas e explorar a região por mais tempo, um passe ou ticket especial dá acesso a todos os transportes da linha férrea vermelha, durante seis dias. São trens, bondes e teleféricos, diversão garantida. Os passeios de um ponto para outro podem ser escolhidos de acordo com o grau de dificuldade; de Kleine Scheidegg a Männlichen, por exemplo, o caminho é na maioria plano e com vista constante para os picos do Jungfrau e Eiger.




Mönch tem 4107m de altitude e fica ao lado do Jungfrau (4158m) -a mais alta - com Eiger tem 3970m completa o trio turístico dos Alpes Suíços. O paredão ao norte de Eiger é um dos preferidos dos alpinistas mais preparados e experientes.

Abaixo a cidadezinha de Lauterbrunnen



Lauterbrunnen é um vilarejo no caminho para Jungfrau ou, se preferir, uma comuna suíça no Cantão Berna.

   Paisagens que parecem uma pintura.