Templo Zu Lai

Em Cotia, na Grande São Paulo, o templo budista é boa opção de passeio; o templo oferece ainda cursos de meditação à língua chinesa.




Los Angeles

Em Hollywood, não tem como ignorar a calçada das estrelas...

Além das estrelas no chão, artistas fantasiados tiram fotos com turistas.





Do alto do Griffith Observatory, a placa que antigamente dizia Hollywoodland tem esquema especial de proteção; foi criada para um empreendimento residencial. Aproveite para visitar o observatório; o telescópio está aberto para observações noturnas.

Em Malibu, vá à praia das estrela...
A 60 km do centro de Los Angeles, as praias de Malibu são as famosas para surfe e ver "estrelas" turbinadas; já o calçadão de Venice Beach tem de tudo, de vendedores de souvenires a escultores vendendo seus trabalhos hippies; bom mesmo é dar uma andada por lá no final da tarde.

Salzburg



Las Vegas

Parque na Estratosfera; a cidade é mesmo um circo de diversões. Além dos cassinos, cada hotel possui um tipo de atração para o turista. O Stratosphere montou um miniparque com brinquedos no topo da sua torre - pra gente grande. Os carrinhos simulam queda da torre ou giram do lado de fora.

Jungfrau, os Alpes Suíços


É um dos pontos turísticos mais visitados nos Alpes suíços; a área foi declarada em 2001 Patrimônio Mundial da Unesco. Mesmo para quem não é fã de esqui, a região conta um trilhas e uma ferrovia de 1912 que torna o passeio pela região inesquecível. Tanto o vale quanto as montanhas proporcionam cenários de filme dos anos 50 que você vai amar. Nas partes mais altas, o frio é cortante, mas quem se importa quando se está praticando esporte radical ou equilibrando-se no gelo?


A Jungfraujoch, a ferrovia antiga que leva ao topo da Europa, parte de Kleine Scheidegg, o último vilarejo antes do gelo dominar a paisagem dos Alpes. Para fazer caminhadas e explorar a região por mais tempo, um passe ou ticket especial dá acesso a todos os transportes da linha férrea vermelha, durante seis dias. São trens, bondes e teleféricos, diversão garantida. Os passeios de um ponto para outro podem ser escolhidos de acordo com o grau de dificuldade; de Kleine Scheidegg a Männlichen, por exemplo, o caminho é na maioria plano e com vista constante para os picos do Jungfrau e Eiger.




Mönch tem 4107m de altitude e fica ao lado do Jungfrau (4158m) -a mais alta - com Eiger tem 3970m completa o trio turístico dos Alpes Suíços. O paredão ao norte de Eiger é um dos preferidos dos alpinistas mais preparados e experientes.

Abaixo a cidadezinha de Lauterbrunnen



Lauterbrunnen é um vilarejo no caminho para Jungfrau ou, se preferir, uma comuna suíça no Cantão Berna.

   Paisagens que parecem uma pintura.

Fiordes norugueses

Localizados na costa da península escandinava, os fiorde são grandes entradas do mar entre as montanhas altas e rochosas; foram formados pela erosão das montanhas devido ao gelo.




Oslo (Noruega)

Na capital da Noruega, Oslo, o Viking Ship Museum é considerado o melhor lugar para ver embarcações e conhecer o mundo dos vikings. Além de urnas funerárias, o museu tem todos os utensílios usados por eles durante as viagens e no dia-a-dia. Os barcos em exposição foram encontrados enterrados em três montanhas da região, com seus proprietários, claro. As embarcações serviam para a "viagem final" ao reino dos mortos. 



Detalhe de barco viking no Vikin Ship Musem, Oslo; 2010



Abaixo, urna funerária de embarcação viking.
Detalhe do trabalho na madeira.


Para chegar até os museus, pegue um dos minicruzeiros que sai várias vezes ao dia em frente ao prédio da prefeitura de Oslo. Nada melhor do que conhecer a cidade pelo mar !  Além dos museus nórdico, polar e viking, outra parada que vale a pena é na Ópera House - um moderno conjunto arquitetônico.

   Prefeitura de Oslo.


Opera House.



Dinamarca

País escandinavo, a Dinamarca é uma península formada por centenas de ilhas; as principais são Zelândia, Funen e Vendsyssel-Thy. Além da capital Copenhague, Roskilde é uma cidade que vale a pena conhecer, principalmente a catedral dos monarcas.



Fonte da deusa nórdica Gefion, em Copenhague.



O passeio de barco também é uma das atrações da capital da Dinamarca; é a melhor forma de observar a arquitetura dos prédios da cidade.


De casais românticos a grupo de amigos animados, o importante é embarcar!



Copenhague

O Palácio de Christianborg é a sede do Parlamento da Dinamarca, localizado no centro de Copenhague.




Já o castelo de Rosenborg foi usado como residência da família real até 1710; está aberto para visitação, mas só o jardim já vale o passeio.


À noite, a iluminação da Ópera de Copenhague ganha vida com a arquitetura oval e transparente; aliás, como a capital mundial do design, os prédios modernos são verdadeiras obras de arte.

Estocolmo (Suécia)


A Suécia é um país localizado na península escandinava; monarquia constitucional, a rainha Silvia, apesar de ter nascido na Alemanha, é filha de uma brasileira e viveu durante vários anos em São Paulo. A sede do governo fica em Estocolmo, uma daquelas cidades que você gostaria de viver. Aproveite para ficar, ao menos, quatro dias, porque as atrações são muitas. A troca da guarda no Palácio Real de Estocolmo, por exemplo, vira uma espetáculo para os turistas. O palácio é aberto para visitação, uma fortaleza cheia de histórias, construída no século 18.
A troca da guarda real é uma das atrações turísticas


Entrada do Palácio Real
 
 Ruas do centro histórico de Estocolmo próximo ao palácio 

 Bares, restaurantes e lojas